19-11-2014

Portugal é o país produtor de vinho “mais negligenciado”. E isso é injusto

O crítico de vinhos do New York Times provou 20 brancos nacionais e chegou à conclusão de que são capazes de se bater com os mais famosos vinhos do mundo.

“De todos os países historicamente produtores de vinho, Portugal é o mais negligenciado.” É desta forma que o crítico de vinhos do New York Times, Eric Asimov, começa um artigo exclusivamente dedicado aos vinhos brancos portugueses.

Para o especialista, apesar de os vinhos do Porto e da Madeira serem já bastante conhecidos, outros “continuam a ser largamente ignorados e muitas vezes injustamente”. E explica porquê. “Os portugueses, para seu grande crédito, recusaram amplamente acentuar castas internacionalmente populares”, preferindo “a sua miríade de oferta indígena”.

E, assim, depois de provar 20 vinhos brancos nacionais, Asimov arrisca-se a dizer que estes apresentam “uma sensação de frescura seca e frutada” semelhante àquela encontrada nos “famosos vinhos italianos”, mas com a vantagem de serem mais baratos. Noutro segmento, os brancos portugueses também se saem bem: Eric Asimov sugere que um vinho como o Foz de Arouce 2012 está à altura de um Borgonha.

A perspetiva de Asimov é a da América, onde os vinhos portugueses são muito difíceis de encontrar, à exceção dos vinhos verdes e do de Colares, “um dos vinhos mais fascinantes do mundo”. Naquele país, admite, o problema linguístico poderá ser um dos fatores que mais tem afastado os vinhos portugueses das prateleiras. Os americanos “intuitivamente percebem que o bianco italiano e o blanco espanhol são vinhos brancos, mas podem não ter o mesmo raciocínio com o termo ‘branco'”, diz.

Dos vinhos que Asimov e o seu painel de críticos provaram, o destaque vai para o Luís Pato 2012, da casta Fernão Pires, que foi considerado aquele com melhor relação qualidade-preço. São ainda feitas menções ao Quinta do Sagrado 2012, originário do Douro; ao Quinta Foz de Arouce, da Lousã; ao Vadio Bairrada do mesmo ano e ao Casa de Mouraz também de 2012, da zona do Dão, que é feito de uvas de casta encruzado.

Fonte da Noticia: www.observador.pt

Autor: João Pedro Pincha
Fotografia: www.observador.pt / Remy Gabalda/ AFP/ Getty Images

Bem-Vindo!
Tem idade legal para beber álcool no seu país*?
Sim
Não
logo JPR
* Se não tem a certeza, por favor consulte esta lista. Ao clicar SIM está a aceitar a utilização de cookies deste website.
Tabela Bebidas
* Países sem limite de idade de consumo “off-premise” (na Bélgica apenas para vinho e cerveja);
** A idade legal de consumo “off-premise” na Dinamarca é de 16 anos;
*** A idade legal de consumo de bebidas espirituosas “off-premise” na Finlândia e de cerveja e vinho e bebidas espirituosas na Suécia é de 20 anos;

Fonte: Peter Anderson e Ben Baumberg, O álcool na Europa:Uma prespective de saúde pública - Relatório para a Comissão europeia, 2006.
Fechar
Os cookies são importantes para o correto funcionamento de um site. Para melhorar a sua experiência, o site Foz de Arouce utiliza cookies para lembrar detalhes de início de sessão, recolher estatísticas para optimizar a funcionalidade do site e apresentar conteúdo de acordo com os seus interesses. Caso clique em Aceitar ou se continuar a utilizar este site sem alterar as suas configurações de cookies, está a consentir com a utilização dos mesmos durante a sua navegação no nosso site.
Fechar
Warning  O seu navegador está desatualizado, possui falhas de segurança e pode apresentar problemas a exibir este e outros websites. Resolver Agora

Trocando para um navegador mais atual tem várias vantagens:

Segurança
Navegadores atualizados protegem-no melhor contra fraudes, vírus, trojans, phishing, e outras ameaças!

Velocidade
Todos os navegadores da nova geração melhoram a velocidade

Compatibilidade
Sites que utilizam novas tecnologias serão melhor apresentados

Conforto & experiência mais rica
Com novas funcionalidades, extensões e melhor personalização, você terá uma melhor experiência ao navegar na web

Atualizar é fácil, toma poucos minutos e é totalmente gratuito. Navegadores desatualizados são uma ameaça à segurança e estão dificultando o avanço da web por causa das suas limitações e muitos problemas de funcionamento.

´Eu não tenho permissão para atualizar meu navegador´
Se você está em um computador, que é mantido por um administrador e você não pode instalar um novo navegador, fale com seu administrador sobre isso. Se você não pode mudar de navegador por causa de problemas de compatibilidade, tente instalar um segundo navegador, e manter o antigo para garantir a compatibilidade.
Firefox

Mozilla Firefox

Internet Explorer

Internet Explorer

Chrome

Google Chrome

Opera

Opera

Safari

Apple Safari

Fechar